18.1 C
São Paulo
junho 24, 2024
Notícias

Após se declarar submissa, Maíra Cardi reclama de atitude de Thiago Nigro: ‘Absurdo’

A influenciadora Maíra Cardi ficou incomodada com uma atitude do atual namorado, o empresário Thiago Nigro, também conhecido como Primo Rico, e decidiu compartilhar com seus seguidores. “Você vai contar para eles ou eu conto?”, disse a ex-BBB nos stories do Instagram na noite desta terça-feira, 7.

“Não tenho nada para contar não. E você tem que ter provas do que você falar”, respondeu o influenciador de finanças. “Como que faz essa prova?”, questionou Maíra, que, na sequência, explicou o que a estava incomodando. “Meu, ele não paga YouTube e aí a gente tem que ficar assistindo as coisas com intervalo de propaganda aleatória. É um absurdo! Você está sem dinheiro?”, disparou. Aos risos, Thiago brincou: “Estou precisando de um dinheirinho emprestado”. A ex-mulher do ator Arthur Aguiar fez um apelo: “Que loucura! Não dá, a gente não consegue assistir um negócio até o final. Estou reclamando disso faz tempo. Amor, paga YouTube”.

Horas antes, Maíra fez uma declaração ao namorado, na qual afirmou que ele mudou a forma como ela enxerga a relação entre um homem e uma mulher. “Pela primeira vez na minha vida eu entendo a palavra respeito e submissão! Para entender qualquer coisa o primeiro passo é querer, submissão e respeito aos homem nada tem a ver com disputar força ou espaço, mas eu estava machucada demais para entender.

O espaço de uma mulher homem nenhum ocupa, mas o espaço de um homem eu não quero ocupar, abro a porta da minha vida para você, não para você entrar, mas para você ocupar, esse lugar sempre foi seu, espaço que ocupei sozinha, sentada com medo e quietinha no porão das minhas lembranças”, escreveu a influenciadora. Em outra parte do longo texto sobre seu novo relacionamento, ela declarou: “No fundo dos seus olhos coloridos, eu me encontrei, olhar que enxerga a minha alma! Eu encontrei o único homem que eu serei e desejo ser submissa todos os dias minha vida, daqui em diante! Queria que meu pai estivesse vivo para assistir a esse milagre”.

Related posts

Explorando boas práticas na gestão de equipes de cirurgia

Richard Otterloo

Vidas que valeram apenas 20 centavos: a tragédia da boate Kiss

Richard Otterloo

Explorando as tendências literárias do BookTok: uma nova onda de leitura, com Nathalia Belletato

Richard Otterloo