20.1 C
São Paulo
junho 25, 2024
Política

MCTI vai investir R$ 100 milhões em ações de popularização da ciência em 2023

A ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, anunciou nesta terça-feira (17) o investimento de R$ 100 milhões em ações de popularização da ciência em 2023. A afirmação foi feita durante a abertura da 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – maior evento de popularização da ciência do país. Em Brasília, será realizada até 23 de outubro no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. “Queremos uma ciência democrática. Por isso, neste ano de 2023, vamos investir R$ 100 milhões em ações de popularização da ciência. É o maior investimento já realizado para aproximar a ciência das pessoas”, disse a ministra.

Participaram do evento os ministros da Educação, Camilo Santana, do Meio Ambiente, Marina Silva, da Saúde, Nísia Trindade, e das Comunicações, Juscelino Filho.

A ministra Luciana Santos lembrou que a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia foi instituída em 2004, durante o primeiro governo do presidente Lula. “Este é um evento que mobiliza a população em torno do papel da ciência como ferramenta para geração de valor, de inovação, de riquezas, de soluções para os nossos desafios de inclusão social e de melhoria da qualidade de vida do nosso povo. E eu fico muito feliz por estarmos celebrando os seus 20 anos em um ambiente de reconstrução”, ressaltou a ministra.

Neste ano, o tema da Semana Nacional é “Ciências Básicas para o Desenvolvimento Sustentável”, que está alinhado à Agenda 2030 da ONU.

Educação

Também nesta terça-feira foi inaugurada a 3ª Semana Nacional de Educação Profissional e Tecnológica, organizada pelo Ministério da Educação. O ministro Camilo Santana destacou que o país só se torna soberano, forte, independente e justo investindo em educação, ciência e tecnologia. “Quando o presidente Lula convocou os seus ministros, ele nos desafiou para a reconstrução deste país. Nos últimos anos houve o desmonte das universidades, dos institutos federais, da saúde e da ciência. Estamos fazendo um processo de reconstrução”, afirmou.

Já a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, ressaltou que a ciência dá suporte para grandes transformações. “A ciência tem prestado um serviço muito importante para a humanidade”, destacou, lembrando os alertas para enchentes e queimadas emitidos por institutos de pesquisa, além das pesquisas sobre mudanças climáticas. “Um dos maiores exemplos disso é o Painel Intergovernamental pela Mudança do Clima. No momento em que cientistas de diversas partes do mundo assumiram que a ciência não tinha uma resposta para os problemas desenfreados do clima e que deveríamos nos orientar pelo princípio da precaução.”

A ministra Nísia Trindade explicou que a participação do Ministério da Saúde na 20ª SNCT vai reforçar a importância da vacinação. “Este é um dos grandes desafios que temos hoje: lidar com a desinformação que não é um fenômeno isolado no Brasil. Vamos recuperar esse espaço, retomar essa agenda e fazer construção sólida com a sociedade de colocar a ciência como parte essencial da democracia e soberania do país.”

Related posts

Custo zero? Bolsonaro gastou R$ 55 mil em hotel de luxo para funeral de Elizabeth II

Richard Otterloo

PGR é contra investigar Lula por relógio de luxo: ‘Viés político’

Richard Otterloo

Filho de Andressa Urach expõe o que pensa sobre a mãe voltar à prostituição

Richard Otterloo